Botucatu, terça-feira, 23 de Julho de 2019

Cidade / Geral
14/05/2019

Governador cria em Botucatu o Núcleo Regional de Programas e Projetos do Ibama



Núcleo ficará numa das alas do prédio do Poupatempo Ambiental, no Jardim Paraíso

 

Com isso, Botucatu entra no rol das cidades paulistas com instalação da instituição ligada ao Meio Ambiente, a exemplo de Sorocaba, Araçatuba, Campinas, Bauru, Presidente Prudente, Registro, Ribeiro Preto, São José do Rio Preto e São Paulo

 

Foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) desta semana que a Cidade de Botucatu terá o Núcleo Regional de Programas e Projetos (NRPP), ligada a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Produtos Renováveis (Ibama).

Núcleo foi criado por determinação do governador João Dória para atender a região em casos de conciliação de multas de crimes contra o Meio Ambiente (caça, pesca, desmatamento, incêndio, entre outros), proteção a APP - Área de Proteção Permanente (como preservação de nascentes e matas nativas), preservação da fauna e flora silvestre, atendimento aos criadores preservacionistas de aves, entre outros.

Agora Botucatu entra no rol das cidades paulistas com instalação do NRPP, como Sorocaba, Araçatuba, Campinas, Bauru, Presidente Prudente, Registro, Ribeiro Preto, São José do Rio Preto e São Paulo. Com isso as cidades da região, que eram subordinadas ao NRPP de Sorocaba, passam a ser atendidas por Botucatu que contará com 7 funcionários para atender a demanda.  O Núcleo ficará numa das alas do prédio do Poupatempo Ambiental, no Jardim Paraíso.

Antes de ser elevada a Núcleo a cidade contava apenas com uma Unidade Regional de Atendimento Técnico (URAT), que era subordinada ao Núcleo de Sorocaba. Como o  governador João Doria anunciou a desativação de todas as URATs espalhadas pelo interior paulista entre elas a de Botucatu, na primeira quinzena do mês de abril os vereadores da Câmara Municipal aprovaram requerimento elaborado por Antônio Vaz de Almeida - Cula (PSC) solicitando a permanência da URAT no Município ou a criação do Núcleo de Programas e Projetos do Ibama da região. A propositura contou com apoio do prefeito Mário Pardini.

Com o mesmo propósito, vereadores da região, como o de Porangaba, Bruno Augusto Rosa; de Tatuí, Fábio José Menezes Bueno; de Laranjal Paulista, Tiago Roma Zanchetta; de Pratania, Jozimar Antônio Aníbal;  de Anhembi Adilson José Soares; e de São Manuel Marco Aurélio Micheletto, com apoio do prefeito Ricardo Salaro, também entraram nessa batalha para que a Unidade fosse mantida em Botucatu.

Requerimentos foram aprovados por unanimidade e encaminhado ao secretário estadual de Meio Ambiente, Marcos Penido, ao governador João Dória; aos deputados estaduais Fernando Cury, Campos Machado, Itamar Borges, Alcides de Moura Campos e Edmir Chedid; aos secretários de Meio Ambiente e prefeitos das  cidades; ao Núcleo Regional de Programas e Projetos (NRPP), de Sorocaba; e à  diretoria da Unidade Regional de Atendimento Técnico (URAT) de Botucatu.

.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.