Botucatu, sexta-feira, 24 de Maio de 2019

Cultura / Educação
23/11/2018

Teatro Escola Artistas de Botucatu monta texto polêmico de Dias Gomes



Escrita em 1965, a peça foi censurada duas horas antes de sua estreia, que ocorreria no Teatro Princesa Isabel, no Rio de Janeiro, com a direção de Antonio Abujamra, permanecendo (a censura) por 20 anos

 

Os alunos do Teatro Escola Artistas S/A - turma do curso de teatro adulto, sob a orientação da Professora Giovanna Hernandes (formada na Unicamp, fdizrena  montagem do texto de Dias Gomes “O Berço do Herói”. As apresentações ocorrerão dias 24 e 25 de novembro às 20 horas, no Teatro Gino Carbonari, ao preço de R$10,00.

Escrita em 1965, a peça de Dias Gomes foi censurada duas horas antes de sua estreia, que ocorreria no Teatro Princesa Isabel, no Rio de Janeiro, com a direção de Antonio Abujamra. A censura permaneceu por 20 anos e sua primeira encenação acabou sendo nos Estados Unidos, em 1976. Em 75, Dias Gomes adapta o texto para a televisão como Roque Santeiro que só vai ao ar 10 anos depois, em 1985, como sucesso nacional da Rede Globo (ou Rede “Goebbles”...).

 

Sinopse

Cabo Jorge, morto na Itália como pracinha da Força Expedicionária Brasileira, se tornou herói em sua cidade natal. Bravo diante do inimigo nazista pagou com a vida o direito de ser livre. Soldado da democracia encheu de orgulho o coração da pátria amada. Sua cidade, modesta e perdida no remoto interior do país, adotou o nome de Cabo Jorge e passou a ser um centro turístico.

As datas de seu nascimento e de sua morte eram pontos comemorados do calendário cívico de todas as escolas do Brasil. Porém, surpreendentemente, o militar reaparece na cidade, vivo e são, como se tudo não passasse de uma grande gozação. Fora ferido em combate e, para não fugir à verdade, fugira da luta. Desertara. Como admitir que Cabo Jorge (o cabo) arruinasse o comércio e a indústria de Cabo Jorge (a cidade)? O berço do herói é uma comédia política onde o mito do heroísmo vai pelos ares depois de examinado pelo autor à luz dos interesses da classe dominante do Brasil.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.