Botucatu, terça-feira, 23 de Julho de 2019

Cultura / Educação
22/01/2019

Conselho Universitário promete pagamento do 13º salário na Unesp para fevereiro e março



Durante a realização dessa reunião, os docentes, professores e servidores fizeram manifestação em ato de protesto pelo atraso e indefinição do pagamento, entre eles vários do Campus de Botucatu 

 

Em reunião ocorrida nesta terça-feira (22), o Conselho Universitário da Unesp decidiu que irá pagar o 13º salário dos servidores autárquicos. Até então, somente os funcionários em regime de CLT haviam recebido. O pagamento deverá ser feito, segundo o Conselho,  em duas parcelas, sendo uma em fevereiro e outra em março. O dia não foi confirmado.

Em protesto os servidores autárquicos entraram em greve em protesto contra o atraso no pagamento e os de Botucatu realizaram uma passeata na unidade e percorreram as ruas centrais da Cidade (foto). O Campus de Botucatu é um dos maiores da Unesp e agrega uma folha de pagamento de 2,5 mil pessoas

Durante a realização dessa reunião do Conselho, os docentes, professores e servidores fizeram manifestação em ato de protesto pelo atraso e indefinição do pagamento, entre eles vários do Campus de Botucatu,  que agrega as faculdades de Medicina, Veterinária e Agronomia, além dos centros de pesquisa e cursos de graduação. Reunião que definiu pelo pagamento durou cerca de 8 horas, com transmissão ao vivo pela webtv da Unesp.  Após o término da reunião o Conselho Universitário emiitiu um comunicado oficial sobre a decisão, que foi difundido pelas redes sociais.

Comunicado oficial

O Conselho Universitário, em sessão extraordinária, aprovou nesta terça-feira (22) uma indicação de parcelamento do pagamento do 13º salário de 2018 aos servidores autárquicos.

Foi proposto que a quitação do débito ocorra em duas vezes, com a primeira parcela sendo paga até o final de fevereiro – 50% do valor total – e a segunda em maio.

A proposta vencedora, que obteve 48 dos 75 votos dos conselheiros, agora vai ser avaliada pela equipe técnica da Reitoria e pela comissão de orçamento do Cade (Conselho de Administração e Desenvolvimento) para verificar se é exequível ou não.

Segundo o reitor da Unesp, Sandro Valentini, serão avaliadas as implicações orçamentárias e financeiras da proposta aprovada e é provável que no próximo Conselho Universitário, agendado para 14 de fevereiro, seja apresentada uma readequação orçamentária para 2019, com cortes no orçamento para quitar o pagamento do 13º salário de 2018 dos servidores autárquicos.

A proposta de parcelamento formulada pela comissão de orçamento da Unesp, que apresentava um parcelamento maior e não previa novos cortes de despesas, acabou sendo preterida durante a ampla discussão que ocorreu no Conselho Universitário, que durou quase oito horas.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.