Botucatu, quinta-feira, 27 de Junho de 2019

Cultura / Educação
03/06/2019

Escolas estaduais de Botucatu irão receber investimentos do governo do estado



Escola Domingos Minicucci Júnior foi  uma das escolas botucatuenses contempladas

 

Programa terá obras de grande porte, com serviços de melhorias nas redes hidráulica e elétrica, além da inclusão de itens de acessibilidade nas unidades

 

As escolas estaduais de Botucatu Álvaro José de Souza, Aristeu Vasconcellos Leite, Cardoso de Almeida, Domingos Minicucci Júnior, João Queiroz Marques e José Pedreti  Neto estão lista do investimento da Secretaria de Estado da Educação no programa Escola+Bonita.

No total em todo o estado, será investido R$ 1,1 bilhão em melhoria de infraestrutura e reformas de 1.384 escolas, sedo que 324 estão na Capital; 271 na Região Metropolitana de São Paulo e outras 789 no Interior.   O investimento ocorrerá de forma escalonada nos próximos três anos.

Para este ano estão previstas obras em 630 escolas que custarão R$ 439 milhões.  m 2020, o Governo do Estado de São Paulo vai destinar R$ 549 milhões para melhorias de infraestrutura de 660 unidades. Por fim, em 2021, haverá o investimento de R$ 109 milhões em 94 escolas. A execução começa neste ano e será feita por meio de convênio da Secretaria Estadual da Educação com a Fundação para Desenvolvimento da Educação (FDE) assinado na semana passada.

“É o maior programa de reforma de escolas públicas já realizado aqui no Estado de São Paulo. Óbvio que não atende a totalidade das escolas, mas atende as escolas cujo levantamento indicou como as mais prementes para as intervenções de reforma”, destacou o governador João Doria.

Todas as obras deverão ser licitadas e, no pacote estão reformas da cozinha, banheiros, rede elétrica e hidráulica, além de inclusão de itens que garantam acessibilidade e manutenção nos dispositivos de segurança das escolas.

Ao longo de três anos serão beneficiadas escolas das 18 Regiões Administrativas do estado. Elas foram escolhidas a partir de uma avaliação técnica da FDE que privilegiou as unidades que possuem maior necessidade de investimento na infraestrutura. 

 “Nossa rede é enorme e muitas escolas são centenárias, por isso o investimento é importante para garantir o bom funcionamento das unidades. Aproximadamente 80% dos prédios escolares têm mais de 30 anos”, diz o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares.  










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.