Botucatu, segunda-feira, 23 de Setembro de 2019

Esporte / Saúde
17/05/2019

Transplante de coração na Unesp de Botucatu mobiliza helicóptero Águia da PM



Foto - Divulgação

Além do coração, também foram retirados fígado, rins e pâncreas que também serão doados e devido ao sigilo médico, não foram informadas as identidades do paciente doador e dos beneficiados pelos órgãos

 

A  Polícia Militar se mobilizou na tarde desta sexta-feira (17) para levar um coração para ser transplantado em um paciente do Hospital das Clínicas de Botucat. A unidade foi credenciada para realizar esse tipo de transplante em outubro de 2017 e esta foi a primeira vez que realizou o procedimento

De acordo com o hospital, a cirurgia para a retirada do órgão ocorreu por volta de 14h na Santa Casa de Jaú. Em seguida, a equipe médica e policiais militares envolvidos na operação transportaram o coração até o Hospital das Clínicas. A única maneira do órgão chegar dentro do tempo estipulado seia por transporte aéreo.

De acordo com a polícia, o Helicóptero Águia foi acionado e realizou uma operação especial para que o órgão fosse entregue a tempo. Além do prazo de vida do órgão, uma das preocupações era em relação ao tempo, pois, em caso de temporal, a decolagem poderia estar comprometida.

Além do coração, também foram retirados fígado, rins e pâncreas que também serão doados. Devido ao sigilo médico, não foram informadas as identidades do paciente doador e dos beneficiados pelos órgãos.

O coração é um dos órgãos com o menor tempo de sobrevivência. Entre a retirada até o transplante, o prazo estipulado é de no máximo 4 horas, sendo um dos órgãos com menor tempo de durabilidade.

Fonte: G1










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.