Botucatu, terça-feira, 23 de Julho de 2019

Política
01/07/2018

Câmara promove audiência pública para debater uso e tráfico de entorpecentes



Foco principal é desenvolver políticas públicas sobre drogas, além do trabalho de prevenção nas comunidades e escolas, envolvendo crianças, adolescentes e jovens das comunidades com atividades lúdicas

 

Fazendo parte da I Semana Municipal de Prevenção às drogas em Botucatu, Fo realizada na sexta-feira, dia 28, no plenário da Câmara Municipal a audiência de Prevenção às Drogas, que recebeu um bom número de interessados.

A reunião foi solicitada pelo grupo Reage - Rede de Agentes Cristãos de Prevenção e Proteção às Drogas,  Grupo Reage, com participação de vereadores, do secretário de Saúde André Spadaro;  secretario de Educação, Valdir Paixão; representante da Secretaria de Assistência Social, Vanda Tiago Silva Glamuglia;  Juberto Luis Galdino Gestor do Grupo Reage;  José Manoel Bertolote, representante Estadual de Políticas Sobre Drogas, além de alunos de Faculdade de Medicina, SARAD, CAPS, Segurança Publica, CEATOX, comunidades terapêuticas, entre outras entidades.

“Um tema sensível em Botucatu, a audiência pública com a presença de muitas pessoas nos mostra que a população esta preocupada com o teme. As perguntas, o envolvimento popular na audiência foi surpreendente. Acredito que a divulgação, seja por rádio, TV e redes da internet tem sensibilizado a população botucatuense na semana municipal de prevenção. Estamos com grandes expectativas de novas iniciativas de vários setores se mobilizarem através de cronogramas ações de prevenção”, colocou Juberto Galdino Gestor do Grupo Reage e um dos articuladores da Semana Municipal de Prevenção às drogas. 

Ele lembra que o assunto é relevante já que em Botucatu a quantidade de usuários é bastante significativa e as prisões de pessoas envolvidas com o tráfico de entorpecentes são comuns em operações realizadas pelas forças de segurança em diferentes pontos da cidade. “O foco principal é desenvolver políticas públicas sobre drogas, além do trabalho de prevenção nas comunidades e escolas, envolvendo crianças, adolescentes e jovens das comunidades com atividades lúdicas, com uma palestra de quem já experimentou e se libertou do mundo das drogas”, acrescentou Galdino.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.