Botucatu, sábado, 20 de Julho de 2019

Política
06/07/2018

Paulo Skaf é homenageado com título de cidadão botucatuense na Cãmara



Vale destacar que Paulo Skaf  já recebeu título de cidadão em várias cidades paulistas, como: Jaguariuna, Birigui, José Bonifácio, Cruzeiro do Sul, Barretos, Itapevi, Americana, Praia Grande, São Caetano do Sul, Leme, entre outras

 

Na noite desta quinta-feira, dia 5, a Câmara Municipal de Botucatu realizou sessão solene para a entrega do título de cidadão botucatuense ao empresário, presidente da FIESP, SESI e SENAI e pré-candidato do Governo de São Paulo, Paulo Antônio Skaf. A solenidade aconteceu no plenário Laurindo Izidoro Jaqueta, que recebeu grande púbico com várias autoridades. A homenagem foi motivada por decreto legislativo de autoria do vereador Abelardo da Costa Neto.

"Estou muito feliz com a recepção que tive em Botucatu e quero agradecer o vereador  Abelardo pela iniciativa dessa homenagem. É uma honra e uma satisfação para mim receber esse título de cidadão botucatuense”, afirmou. “Botucatu é um exemplo a ser seguido, uma cidade de inovação, tecnologia, muito segura, com grande potencial turístico, sede de empresas pujantes e modernas”, destacou. “Só tenho a agradecer ao povo da cidade. É um momento que vou guardar com muito carinho na minha vida.”

Vale destacar que Paulo Skaf já recebeu título de cidadão em várias cidades paulistas, como: Jaguariuna, Birigui, José Bonifácio, Cruzeiro do Sul, Barretos, Itapevi, Americana, Praia Grande, São Caetano do Sul, Leme, entre outras.

Durante a solenidade em Botucatu foi lido a biografia do homenageado, desde seu nascimento em 7 de agosto de 1955, na cidade de São Paulo. Casado há 30 anos com Luzia Helena Pamplona de Menezes Skaf, é pai de cinco filhos: Paulo, André, Raphael, Gabriel e Antoine. Avô de Antonia, Leon e Eduarda Skaf.

Foi escoteiro e serviu ao exército, experiências que moldaram o seu perfil. Começou a trabalhar muito cedo com o pai, na tecelagem da família. Aos 17 anos, já auxiliava na modernização da fábrica.

A experiência precoce o ajudou quando foi presidente do Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo, o Sinditêxtil, e da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, a ABIT.

Em 2004, foi eleito presidente da FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo; do CIESP – Centro das Indústrias do Estado de São Paulo; do SESI – Serviço Social da Indústria; e do SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. Foi reeleito presidente em 2011. Primeiro vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria.

Fez parte do Conselho Administrativo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e do Conselho Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República. Foi presidente do Sebrae São Paulo em 2005 e 2006. Na presidência do SESI São Paulo, implementou o sistema de ensino integral em todas as escolas da rede. Modernizou o SENAI e investiu na educação profissional.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.