Botucatu, sábado, 25 de Maio de 2019

Política
19/09/2018

Comitiva de Jair Bolsonaro leva milhares de pessoas à Praça da Catedral



O encontro foi feito na Praça Rubião Júnior, em frente a Catedral Metropolitana, onde o palanque para o pronunciamento dos candidatos foi montado

 

Um grande número de pessoas (estimado em cerca 3.500 pessoas, segundo os organizadores) marcou presença na visita que a comitiva do candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro,  entre eles o candidato a vice, General Antônio Hamilton Mourão, fez a Botucatu na noite desta terça-feira (18).

O encontro foi feito na Praça Rubião Júnior, em frente a Catedral Metropolitana, onde o palanque para os pronunciamentos foi montado. Além de Mourão fazem parte dessa comitiva o astronauta Marcos Pontes e os deputados federais Levir Fidelix e Major Olímpio, este busca uma vaga para o Senado, além dos filhos de Bolsonaro e outros simpatizantes ao projeto de governo. Alguns integrantes da comitiva, não puderam estar presentes ao evento em Botucatu

Com palavras de ordem os postulantes se revezaram ao microfone, pedindo votos aos eleitores. Ao final do evento o General Mourão concedeu entrevista coletiva à imprensa afirmando que o momento é de preservar a segurança da família Bolsonaro. “Além disso, a ausência dele não enfraquece nenhum evento. A população está clamando por mudanças e nós apresentamos essa mudança”, disse.

Marcos Pontes declarou que já recebeu o convite de Bolsonaro para ser Ministro da Ciência e Tecnologia num futuro governo. “Eu sempre fui ligado à área da Educação e, com isso, pretendo ampliar as pesquisas em nosso país, para que tenhamos mais tecnologia e consigamos proporcionar mais oportunidades para nossos jovens”, coloca o astronauta, lembrando que também é ligada às Forças Armadas Brasileiras e comunga com o discurso de Jair Bolsonaro.

Jair Bolsonaro (PSL), permanece internado na unidade semi-intensiva de acordo com boletim médico divulgado no final da tarde desta segunda-feira (17) pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde ele permanece desde o último dia 7. Seu quadro clínico continua estável e sem intercorrências.

Ele recebeu uma  facada durante ato de campanha no último dia 6, em Juiz de Fora (MG). Após ter sido atendido na Santa Casa da cidade, onde chegou a passar por uma cirurgia, ele foi transferido, a pedido da família, para o Hospital Albert Einstein, na capital paulista. Na tarde de domingo (16), o candidato recebeu alta dos tratamentos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), quando passou a receber cuidados semi-intensivos. Mesmo estando internado, Bolsonaro lidera todas as pesquisas de opinião pública.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.