Botucatu, quinta-feira, 27 de Junho de 2019

Política
12/06/2019

Documento enviado ao Executivo visa entregar casas desabitadas a famílias carentes



Em diferentes pontos da Cidade existem inúmeras residências particulares desocupadas

 

Ideia é promover uma ação junto aos proprietários avaliando a possibilidade de os imóveis serem destinados as famílias de baixa renda de forma temporária, até que as mesmas sejam contempladas com as moradias populares

 

Com a finalidade de minimizar o número de residências desabitadas do Município, um requerimento do vereador Paulo Renato (PSC), vislumbra, junto ao Executivo, a possibilidade de que esses imóveis sejam repassados, temporariamente, a famílias carentes.  O documento tem como destinatários o prefeito municipal, o secretário municipal de Habitação e Urbanismo e o secretário municipal de Segurança.

A solicitação é para que seja feito uma fiscalização sobre o número de imóveis desocupados, especificando por área, bem como promover uma ação junto aos proprietários de tais imóveis avaliando a possibilidade de os mesmos serem destinados as famílias de baixa renda de forma temporária, até que as mesmas sejam contempladas com as moradias populares dos conjuntos habitacionais.

De acordo com o documento, em diferentes locais da cidade, em especial na área central e outros bairros importantes, existem inúmeras residências particulares desocupadas há muito tempo e, algumas dessas abandonadas, deterioradas pelo tempo, sendo invadidas por vândalos ou utilizadas para práticas de crimes, elevando o nível de preocupação de moradores do entorno.

Para o vereador, seria esta uma medida que auxiliaria uma parcela importante da população. “Há muitas famílias carentes que ainda não foram contempladas com as moradias populares oferecidas pelos convênios com programas de moradias populares das esferas superiores do Governo ao mesmo tempo em que a quantidade de residências desocupadas no município preocupa a população e, além disso, meios para a ocupação desses imóveis precisam ser estudados”, explica Paulo Renato.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.