Botucatu, terça-feira, 23 de Julho de 2019

Política
11/07/2019

Projeto Jovem Eleitor visita 18 escolas e faz cadastro biométrico de 800 alunos



Nas visitas foram acompanhas de palestras e entrega da Cartilha do Jovem Eleitoral, material desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral que aborda de forma lúdica diversos temas eleitorais


O Projeto Jovem Eleitor desenvolvido pela 26ª ZE Botucatu no primeiro semestre de 2019, visitou 18 escolas públicas e particulares, para o alistamento eleitoral com o sistema biométrico de mais de 800 jovens com idade entre 16 e 18 anos.

Nas visitas foram acompanhas de palestras e entrega da Cartilha do Jovem Eleitoral, material desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE que aborda de forma lúdica diversos temas eleitorais.

Embora o alistamento eleitoral seja facultativo para menores de 18 anos, a Justiça Eleitoral incentiva a pessoa com mais de 16 a exercer o direito de se alistar e ir votar, como forma de promover a cidadania, desenvolver o sentimento democrático e despertar no jovem o compromisso com a participação na vida política do país.

De acordo com dados do TSE, eleitores entre 16 e 17 anos representam atualmente pouco menos de 1% do eleitorado brasileiro. No Estado de São Paulo, representa apenas 0,54% de seu eleitorado atual. Segundo números do IBGE, a população brasileira com 16 e 17 anos soma cerca de 6.8 milhões de pessoas.

Já o número de eleitores entre 16 e 17 anos é de somente 1.428,340 milhões, o que equivale a pouco menos de 20% do total de jovens nesta faixa etária. Ou seja, no país, até o momento, apenas um em cada cinco jovens para os quais o voto é facultativo tirou seu título e esteve habilitado para exercer este direito em 2018 – ano em que os eleitores votaram para presidente, governador, deputado federal, deputado estadual e duas vezes para senador.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.