Botucatu, segunda-feira, 22 de Julho de 2019

Regionais / Brasil
25/09/2018

Espingarda dispara e caçador de 69 anos acaba sendo alvejado com tiro na axila



Foto - Divulgação

Vítima foi conduzida até o Pronto Socorro do Hospital das Clínicas (PSHC) da Unesp, em Rubião Júnior, onde passou por uma intervenção cirúrgica para retirada dos fragmentos de chumbo que ficaram fixados em seu corpo

 

Um disparo acidental de uma espingarda calibre 36, arma conhecida como “passarinheira”, por muito pouco não tira a vida de um caçador de 69 anos de idade em uma fazenda na zona rural de Itatinga, nesta segunda-feira (24). Caso atendido pelos policiais militares Cabo Almeida e soldado Renan.

Está descrito em boletim de ocorrência (BO) que esse senhor estava caçando pássaros em um bosque quando, por motivos ainda a serem esclarecidos, a espingarda disparou e vários chumbos penetraram em sua axila  esquerda.  O homem pediu ajuda a moradores que acionaram a PM e ele foi conduzido até o Pronto Socorro do Hospital das Clínicas (PSHC) da Unesp, em Rubião Júnior, onde passou por uma intervenção cirúrgica para retirada dos fragmentos de chumbo que ficaram fixados em seu corpo.

Na sequência o homem foi conduzido ao plantão permanente da Polícia Civil de Botucatu, onde a delegada Simone Alves Firmino o indiciou por posse ilegal de arma de fogo, que não tinha registro, e arbitrou uma fiança no valor de R$ 1.000,00. Após quitar a dívida o caçador foi liberado comprometendo-se a se apresentar à justiça caso seja solicitado. A espingarda, assim como dois cartuchos intactos e um deflagrado ficaram apreendidos.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.