Botucatu, segunda-feira, 22 de Julho de 2019

Regionais / Brasil
21/10/2018

Eleição adia início do horário de verão para o primeiro domingo de novembro



País tem quatro fusos horários diferentes e adiamento do horário de verão facilitará a contagem dos votos da eleição 2018, segundo o TSE

 

O horário de verão de 2018 começará em 4 de novembro (domingo), e não no meio de outubro, como foi feito em anos anteriores. Assim, no primeiro domingo após o segundo turno das eleições, o brasileiro deverá adiantar seus relógios em uma hora.

A decisão de adiar a data foi feita pelo presidente Michel Temer, em conjunto com o Ministério de Minas e Energia, no final de 2017, a pedido do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob a justificativa da dificuldade da contagem de votos, uma vez que a diferença de horários no Brasil varia muito entre as regiões.

Como a votação é encerrada às 17h, as regiões Nordeste e Norte fechavam suas seções de votação uma hora mais tarde do que o restante do país. Apenas alguns estados brasileiros possuem horário de verão. Todos os do Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Os estados das outras regiões não participam da mudança.

Nos anos anteriores, o horário de verão entrava em vigor no terceiro domingo de outubro. Em 2018, porém, terá início só depois do segundo turno das eleições, em 28 de outubro e terminará no terceiro domingo (16) de fevereiro de 2019.

O Brasil tem quatro fusos horários, de Fernando de Noronha (ilha do nordeste no litoral de Pernambuco), de Brasília, da Amazônia e do Acre. O horário de verão, no entanto, só funciona em três regiões do país - Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Em 2014, por exemplo, por causa da diferença de horários do país, a Justiça Eleitoral precisou atrasar a divulgação do resultado para esperar o fim da votação no Acre. Com a nova decisão, em anos eleitorais o horário de verão começará apenas após o segundo turno, no primeiro domingo de novembro.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.