Botucatu, quinta-feira, 27 de Junho de 2019

Regionais / Brasil
22/05/2019

Educação em Pardinho vira referência com o programa “Primeira Infância”



Celso Mucio: "Educação aliou o atendimento com o que de melhor o município poderia oferecer”

 

Crianças de 0 a até entrarem na etapa I do Ensino infantil deixaram de ser atendidas simplesmente por um esquema de creche e agora estão inseridos em uma grade educacional do município

 

O município de Pardinho está fazendo um grande investimento na Educação. Um exemplo disso é o projeto ‘Primeira Infância’, pioneiro na Educação Infantil na rede pública em toda nossa região. Crianças de 0 a até entrarem na etapa I do Ensino infantil deixaram de ser atendidas simplesmente por um esquema de creche e agora estão inseridos em uma grade educacional do município.

Atualmente o estado impõe a educação obrigatória dos 4 anos até o Ensino Fundamental. Abaixo disso, ou seja, de 0 a 4 anos de idade, o sistema é de atendimento em creche. Ocorre que em Pardinho isso mudou e a Creche José Martini Neto virou um modelo.

A creche deixou ser Assistência Social para virar educação. A partir daí foram realizados estudos para se compreender de que forma chegaria o ensino para essas crianças de 0 a 4 anos, respeitando o limite de cada faixa etária.

“Esse processo começou com a aceitação do prefeito ao Projeto ‘Primeira Infância’ do Governo Federal. A educação entendeu que nós teríamos que aliar o atendimento com o que de melhor o município poderia oferecer”, disse Celso Mucio, diretor de Educação de Pardinho.

O Primeira Infância prepara a criança como uma sólida transição para o Ensino Fundamental. Esse mesmo processo de primar pela qualidade será usado para preparar as crianças nas outras etapas da educação.

“Há a necessidade de que a criança venha mais bem preparada para o Ensino Fundamental. Víamos a dificuldade que eles traziam na fala pelo uso da chupeta e também na falta da autonomia. Aí percebemos que para começarmos a trabalhar na Etapa I do Infantil com melhores resultados precisávamos de alguma ação diferenciada. Agora, com esse desenvolvimento vindo lá de trás, no zero, nós ganhamos muito tempo, por isso o ingresso dela [da criança] na rede através do Primeira Infância é de suma importância”, disse Viviane dos Reis, coordenadora pedagógica do município.

Antes a criança ficava apenas aos cuidados de atendentes, mas agora tudo mudou. O município fez a contratação de uma coordenadora pedagógica e de professores que realizam atividades adequadas para cada faixa etária em dois turnos com os pequenos, manhã e tarde.

“Muito importante essa transformação, pois agora contamos com profissionais para dar estrutura nessa mudança. A intenção é melhorar cada vez mais e vamos contar a partir de agora com mais professores”, disse Valéria Aparecida Corulli, diretora da Creche José Martini Neto.

Viviane destaca ainda: “Importante dizer que uma sexta-feira por mês os alunos são dispensados das aulas, pois todos os professores passam por qualificações para melhor oferecer educação para as crianças de Pardinho”. Essa capacitação é feita em parceria com o Instituto Jatobás – parceiro importantíssimo na implantação deste modelo.

“Todo pai quer que a criança tenha professor o quanto antes. Muitos pais estão felizes com esse padrão estabelecido em Pardinho. Saímos de uma creche assistencialista para um método mais pedagógico”, colocou Lucélia Gonçalves leite, responsável pedagógica da unidade.

Uma outra novidade nesse modelo escolar, é que agora o sistema Primeira Infância realiza reunião com os pais, para que possa ser feito o perfeito acompanhamento das crianças, ou seja, tudo voltado para o desenvolvimento cognitivo e não apenas assistencialista.

“Os pais algumas vezes reclamam que os filhos chegam sujos em casa, mas isso é natural, pois antes não havia atividade e hoje existe. As crianças precisam se movimentar, brincar, contam inclusive com aula de educação física. O aprendizado e o estímulo devem ser incentivados na escola”, explica Celso Mucio.

 

Ampliação de vagas

A Administração Municipal concluiu neste mês de maio a construção de um anexo ao berçário com três novas salas, uma cozinha lavanderia e refeitório, firmando a base para acolher novas crianças.

Também foi iniciada a construção de mais uma escola no bairro Maristela, às margens da Rodovia Castelo Branco. Nessa nova unidade serão atendidas crianças dos ensinos Infantil e Fundamental.

Da Assessoria










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.