Botucatu, quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

Segurança
06/04/2017

Condenado por tráfico é preso pela PM com 690 gramas de maconha



Fotos: Valéria Cuter

Ao fazer o levantamento dos antecedentes criminais de Marcos Vinícius foi constatado que ele  já tinha condenação por crime de tráfico de  entorpecentes,  permaneceu preso por um ano e oito meses e estava em liberdade há cinco meses

 

Na tarde desta quinta-feira, uma operação desencadeada  pela Polícia Militar na Rua Leopoldina Pinheiro Cintra, Bairro 24 de Maio,  setor Norte da cidade, movimentou as equipes de Força Tática e Rondas Ostensivas Com Auxílio de Motocicletas (Rocam).

Tudo começou quando os policiais da Rocam, cabos Coneglian e Raul, abordaram um casal na citada rua para averiguação e encontraram duas parangas de maconha que seria para uso de ambos.  Questionados eles indicaram a “biqueira” onde haviam comprado o entorpecente e um rapaz ao visualizar as motos entrou correndo em uma casa.

Os policiais solicitaram reforço e compareceram ao local duas equipes de Força Tática, que entraram na casa e detiveram um rapaz de 25 anos chamado Marcos Vinícius. Realizada a revista pelo interior da casa sendo encontradas  103 parangas de maconha (162 gramas),  um “tijolo”  prensado da droga pesando 500 gramas e outro menor de 28 gramas, além de  R$ 500,00 em dinheiro. Os dois tijolos dariam para fabricar,  pelo menos, 528 porções. Peso total da droga apreendidas foi de 690 gramas.

Ao fazer o levantamento dos antecedentes criminais de Marcos Vinícius foi constatado que ele  já tinha condenação por crime de tráfico de  entorpecentes, permaneceu preso por um ano e oito meses e estava em liberdade há cinco meses. A sua condenação se deu por ser flagrado traficando na cidade de Taguaí.  Na Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) ele foi indiciado pelo delegado Mauro Sérgio Rodrigues dos Santos e recolhido à cadeia transitória de Itatinga.

“Foi uma operação produtiva, pois tiramos de circulação uma boa quantidade de maconha  e prendemos um cidadão de alta periculosidade que é bastante conhecido no submundo do tráfico de entorpecentes e já  teve condenação por este crime”, colocou o sargento Domingos.  Também participaram dessa operação o sargento Neto, cabo Edilton e soldados Marcos, Damaceno e Tuono.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.