Botucatu, domingo, 20 de Outubro de 2019

Segurança
22/01/2018

Rapaz é preso pela PM acusado de ter estuprado menina de 12 anos



Foto - Ilustrativa

Vítima alegou que manteve relações sexuais contra sua vontade, mas  não gritou em razão de ter sido ameaçada e ter ficar com medo, já que o acusado a teria ameaçado

 

A Polícia Militar da 1ª Companhia de Botucatu realizou neste final de semana a prisão de um rapaz de 18 anos de idade, acusado de estupro de vulnerável contra uma menina de  12 anos de idade, em uma residência na Rua Doutor Carlos Eduardo de Almeida Feo, Conjunto Habitacional Humberto Popolo, na Cohab I – Botucatu.

De acordo com o relatório policial esse rapaz foi pernoitar na casa de sua tia de 34 anos e durante a madrugada teria entrado no quarto da menina e consumado o ato sexual. Posteriormente, a mulher percebeu que havia algo errado em razão do comportamento estranho da filha. A mãe chamou a garota para uma conversa e ela acabou confessando que o rapaz havia abusado dela contra sua vontade. Ela não gritou em razão de ter sido ameaçada e ficar com medo, já que o acusado a teria ameaçado.

A mulher acionou a Polícia Militar que foi até a residência do acusado que admitiu a relação sexual, mas afirmou que teria sido consensual, ou seja, com o consentimento da menina. A vítima foi conduzida ao Pronto Socorro Pediátrico, no Jardim Paraíso, onde a equipe médica constatou a conjunção carnal.  O rapaz foi encaminhado ao plantão permanente da Polícia Civil, onde acabou indiciado em crime de estupro de vulnerável e recolhido à cadeia transitória de Itatinga.

Vale destacar que a lei do estupro, prevê que a pessoa que tiver relação sexual com adolescente menor de 14 anos responde por estupro de vulnerável, mesmo que o sexo tenha sido consensual. Para este tipo de crime considerado hediondo a pena prevista varia de 8 a 15 anos de reclusão em regime, inicialmente, fechado. O inquérito policial tramitar pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.