Botucatu, quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

Segurança
24/03/2018

PM impede que golpe do falso sequestro contra idosa fosse concretizado



Ação dos policiais Balarin e Cardoso impediu que a mulher fosse lesada pelos falsários

 

Foto – Divulgação/facebook

Nesse tipo de golpe os bandidos ligam para pessoas e tentam por meio de pressão psicológica conseguir dinheiro fácil, alegando que um amigo ou ente querido está seqüestrado ou acidentado

 

Nesta sexta-feira, dia 23, uma mulher chamada Bruna publicou em sua página no facebook um trabalho realizado pelos policiais militares Cardoso e Balarin, que impediram que sua avó, de mais de 70 anos,  fosse vítima de marginais especializados em crimes, via telefone.  Nessa publicação, em agradecimento, ela publicou a foto da avó com os policiais que realizaram o trabalho, neutralizando que o golpe do falso seqüestro fosse consumado. Ela foi induzida pelos marginais a sacar dinheiro e livrar um parente que estaria em poder deles.

Como Bruna deu pela falta da avó, não a encontrando em casa, acionou a PM que passou a fazer patrulhamento e localizou a mulher nas imediações da  Catedral Metropolitana, região central da Cidade. Ela contou o que estava acontecendo  e tomou conhecimento de que era tudo um golpe.

Nesse tipo de golpe que vem sendo cometido com relativa freqüência, os bandidos ligam, aleatoriamente,  para pessoas e tentam por meio de pressão psicológica conseguir dinheiro fácil, alegando que um amigo ou ente querido está seqüestrado ou acidentado, e pede dinheiro ou créditos de celulares pré-pagos em troca de sua libertação.  São as pessoas idosas da família as mais vulneráveis à manipulação dos falsários.

Apelos chorosos de supostos seqüestrados têm sido usados com freqüência pelos golpistas. O pânico diante da possibilidade de um parente estar seqüestrado faz com que muitas pessoas deixem de tomar atitudes óbvias, como checar se a informação é verdadeira.

 

Sobre o casa, Bruna, neta da mulher, fez uma publicação no  facebook

Hoje, infelizmente nos deparamos com mais uma criminalidade em nossa cidade. Golpe de falso sequestro. Minha avó foi vítima e o marginal marcou encontro com ela por volta das 16 horas na Catedral. Fica um alerta a toda população, principalmente quem têm pais idosos e avós. Graças a Deus minha avó teve um livramento de vida. Agradecemos primeiramente a Deus, e em segundo aos PMs Cardoso e Balarin, que prontamente nos ajudaram a encontrar minha avó.

Hoje, como todos os outros dias, eles fizeram um grande trabalho, sempre protegendo a população de marginais sem escrúpulos. Infelizmente, não são devidamente valorizados pelo nosso país, tendo salário baixo, equipamentos sucateados. Mas, mesmo assim, exercem sua profissão com muita coragem e determinação a cada dia. Agradeço também aos que se mobilizaram juntamente conosco, nas buscas. Aqui deixo meu muito obrigada!










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.