Botucatu, quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

Segurança
18/06/2018

Homem é acusado de matar seu cachorro desferindo vários golpes de faca



Acusado teria ficado alterado devido ao cachorro de grande porte ter matado outro cão menor durante uma briga e acabou cometendo o esfaqueamento que levou o animal à morte



O Grupo de Proteção Ambiental (GPA), da Guarda Civil Municipal de Botucatu (GCM), com o inspetor Carlos e agente Lazarini registraram no inicio da tarde desta segunda-feira, dia 18, a uma ocorrência de maus tratos contra animal. Caso aconteceu no Residencial Maria Luiza, região Sul da Cidade. Maiores dados não estão sendo divulgados para que o autor desse crime não sofra represálias.

Consta no boletim de ocorrência (BO) que após receberem denúncia através do telefone 199, informando que um homem havia matado seu cachorro com diversas facadas, os agentes municipais deslocaram-se até a residência sendo atendidos pela esposa do acusado, que confirmou o crime praticado.

Ela informou, segundo o BO, que seu marido ficou alterado devido ao cachorro de grande porte ter matado outro cão menor durante uma briga e acabou esfaqueando o animal, levando-o à morte.  O caso foi registrado na 1ª Central de Policia Judiciária pelo delegado Marcelo Lanhoso de Lima, onde o acusado deverá comparecer nas próximas horas para prestar depoimento.

Vale lembrar que Lei nº 9.605 de 12 de Fevereiro de 1998 dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências.  Em seu artigo 32 reza que praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos pode levar o infrator a uma  pena de três meses a um ano de detenção e  multa. 

Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal, conforme o caso recente atendido pela GPA.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.