Botucatu, quarta-feira, 16 de Outubro de 2019

Segurança
01/07/2018

Após atender violência doméstica GCM apreende duas cobras mantidas em cativeiro



Acusado teria apanhado a cascavel que mantinha, irregularmente, em cativeiro e passou a ameaçar a mulher mesmo ela estando com seu filho no colo, dizendo a todo o momento que iria jogar o animal em cima dela

 

Um caso inusitado foi atendido pela Guarda Civil Municipal  (GCM) com a equipe do Grupo de  Proteção  Ambiental (GPA), através do Inspetor Carlos e agente Lazarini que foram acionados para registrar uma ocorrência de violência doméstica na região da Cohab 6, contra uma mulher.

No local em contato com a vítima, esta informou que há 4 anos é amasiada com o agressor e começaram a discutir. Ele teria apanhado uma serpente da espécie cascavel, muito venenosa, que mantinha, irregularmente, cativeiro e passou a ameaçá-la  mesmo ela estando com seu filho no colo. O agressor dizia a todo o momento que iria jogar a cascavel em cima dela. Esse cidadão também praticava outra irregularidade mantendo em sua casa outra serpente, esta conhecida como falsa coral, não venenosa.

Com a chegada da equipe o agressor não se encontrava na residência e os animais foram capturados e encaminhados ao Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos  (CEVAP) para serem avaliados e cuidados. Se apresentarem condições favoráveis de saúde deverão ser reintroduzidos na natureza.

Já a mulher foi conduzida ao plantão permanente da Polícia Civil onde o delegado Lourenço Talamonte Neto tomou ciência dos fatos. A vítima representou contra a amásio pelas ameaças sofridas e requereu adoção de medida judicial protetiva de urgência de acordo com a lei 11340/03.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.