Botucatu, sábado, 19 de Outubro de 2019

Segurança
22/08/2019

DISE apreende grande quantidade de droga sintética comprada via internet



O delegado Paulo Buchignani aponta que nesses seus anos de trabalho como delegado da DISE nunca havia feito uma apreensão tão substancial de droga sintética com alto poder alucinógeno

 

Foram 1 kg de buchas de maconha, 33 kg de maconha em tabletes, 307 comprimidos de morfina, 940 comprimidos de ecstasy, 3.001 selinhos de LSD e 1 kg de haxixe, o resultado de uma operação desencadeada na noite desta quarta-feira, dia 21, pela equipe de policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), de Botucatu, em uma residência pela região do Parque dos Comerciários. O detalhe é que durante o trabalho, os investigadores encontraram um tipo de lubrificante sexual à base de maconha.

De acordo com o delegado titular daquela delegacia especializada, Paulo Fábio Buchignani, os investigadores já vinham monitorando o responsável por aquele imóvel há algum tempo já que ele abastecia a venda de entorpecentes em festas e raves em diferentes setores do Município. O custo do entorpecente sintético é bem maior para o usuário do que as drogas convencionais apreendidas com frequência como maconha, crack e cocaína.

“Fiquei surpreendido com a diversidade de entorpecentes que o indiciado guardava em sua casa, como ecstasy, LSD e um lubrificante sexual a base de maconha. E outro fato que chamou a atenção foi a apreensão de caixas de morfina, no mesmo dia onde uma pessoa morreu na Unesp, provavelmente por overdose de remédios”, colocou o delegado, alertando que a procura pela droga sintética vem aumentando gradativamente em Botucatu, principalmente, entre jovens das classes média e alta.

Buchignani aponta que nesses seus anos de trabalho como delegado da DISE nunca havia feito uma apreensão tão substancial de droga sintética, de alto poder alucinógeno. “O interessante é que ele adquiria a droga em compras pela internet e recebia o entorpecente em um imóvel que era alugado somente para armazenar a droga”, revela o delegado.

O traficante foi indiciado e recolhido à cadeia transitória de Itatinga para sua audiência de custódia. O inquérito policial será presidido pelo delegado adjunto da DISE, Mauro Sérgio Rodrigues dos Santos. Além dos delegados estiveram nessa operação os investigadores Basseto, Alexandre, Valmir, Emerson, Caio, Margarete, João e o escrivão Bruno. A droga apreendida será, oportunamente, incinerada.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.