Botucatu, quarta-feira, 26 de Junho de 2019

Turismo / Meio Ambiente
22/01/2019

Grupo Ambiental faz resgate de tamanduá bandeira em chácara de rodovia municipal



Essa espécie de animal quando adulta, mede entre 1,8 e 2,1 metros de comprimento e pesa até 41 kg, sendo facilmente reconhecido pelo seu focinho longo e padrão característico de pelagem

 

O Grupo de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Municipal de Botucatu com os agentes Da Silva e Sarate resgataram na tarde desta terça-feira (22) um tamanduá bandeira que estava em uma chácara localizada as margens da rodovia Alcides Soares, próximo a Cohab 2/ Residencial Cachoerinha.

Morador da chácara acionou a GCM para proceder o resgate. Como foi constatado que o animal não tinha nenhum ferimento, os agentes municipais realizaram a soltura em seu habitat natural longe da área urbana.  Deram apoio ao resgate o Inspetor Courel e os agentes Marino e Vidotto.

O tamanduá mede entre 1,8 e 2,1 metros de comprimento e pesa até 41 kg. É facilmente reconhecido pelo seu focinho longo e padrão característico de pelagem. Possui longas garras nos dedos das patas anteriores, o que faz com que ande com uma postura nodopedálica. O aparelho bucal é adaptado a sua dieta especializada em formigas e cupins, mas em cativeiro ele pode ser alimentado com carne moída, ovos e ração, por exemplo.

Seus predadores naturais incluem grandes felinos, como a onça-pintada e a suçuarana, e rapinantes podem predar filhotes. Apesar dos territórios individuais muitas vezes se sobreporem aos de outros, são animais primariamente solitários, sendo encontrados com outros somente em situações de cortejamento de fêmeas ou encontros agonísticos entre machos e fêmeas cuidando de filhotes. Se alimenta principalmente de formigas e cupins, utilizando suas garras para cavar e a língua para coletar os insetos.










© Alpha Notícias. Todos os direitos reservados.